Ijoma passa por sérios problemas financeiros e pode fechar as portas
05/02/2019 10:58 em Saúde

O Instituto do Câncer Joel Magalhães, o Ijoma, passa por um momento de grave crise financeira. A administração diz que a situação é preocupante e que a possibilidade de encerrar os trabalhos na ONG é real. Para tentar reverter o quadro, a entidade pede ajuda da população com doações.

Para se manter, o instituto precisa ter, mensalmente, pelo menos 30 mil reais, mas atualmente recebe entre R$ 7 e R$ 8 mil. O presidente do Ijoma, padre Paulo Roberto, disse que só resolveu falar sobre o problema agora porque o risco de encerrar as atividades é iminente.

Cerca de 30 pessoas trabalham no local, entre funcionários, estagiários e voluntários. Entre os serviços oferecidos pelo Ijoma estão atendimentos nas áreas de psicologia, psiquiatria, fisioterapia, exames de PCCU e PSA.

Pra quem puder ajudar, o Ijoma está localizado na Avenida Dr. Silas Salgado, Nº 3586, no bairro Santa Rita, na Zona Central de Macapá, e funciona de segunda a sexta-feira, das 8 às 18 horas. Aos sábados, o instituto funciona das 8 as 12 horas.

O Ijoma colocou à disposição duas contas bancárias pra quem puder transferir qualquer valor. Na Caixa Econômica Federal a agência é a 3101, conta 00879-8, operação 003 e no Banco do Brasil a agência é 261-5 e conta: 137515-6. Mais informações pelo fone: 99191-6270.

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!
Laboratório Colares